Colégio Porto Real

O Desenvolvimento Neuronal

Os circuitos neuronais são as conexões entre distintos neurônios que se referem especialmente ao controle de uma função corporal (circuito da fome, circuito do movimento corporal etc.).

É importante que existam esses circuitos, que tais conexões se constituam, já que quantas mais conexões e circuitos neuronais se estabeleçam, mais capacidade funcional terá o cérebro.

Como se formam os circuito neuronais? A criança nasce com uma série de circuitos, que vai perdendo se não os utiliza (por exemplo, o reflexo da sucção para mamar) e vai gerando outros circuitos à medida que vai recebendo a estimulação adequada. O que faz com que se forme e se mantenha “vivo” um circuito é o uso.

A capacidade de constituir circuitos começa no seio materno e desde então vai diminuindo até os oito anos. Não é que se perca a capacidade de aprender ou não se possa mais desenvolver novas habilidades. É possível, mas utilizando as conexões já estabelecidas nos primeiros anos.

Trata-se, pois, de facilitar o estabelecimento de circuitos quando estes podem se formar, quando a configuração cerebral é mais moldável.

As conexões entre os neurônios se ativam quando chega um estímulo ao cérebro. Para que uma informação (olhar um brinquedo, por exemplo) se converta em estímulo deve despertar-lhe interesse.

A Aprendizagem Oportuna é Preventiva

Prevenir supõe educar no futuro, adiantar-se às dificuldades antes que apareçam, dotar do necessário a pessoa para que as supere; por exemplo, supõe promover um hábito de conduta bom antes que se arraigue na criança o hábito contrário, ou facilitar uma adequada lateralização e estruturação espaço-temporal antes que a criança apresente dificuldades na leitura.

A educação oportuna é sempre preventiva para a criança.